Here is the Music Player. You need to installl flash player to show this cool thing!

integrantes

Claiton

Nome: Claiton Langner

Aniversário: 14 / 06 / 1982

Bandas preferidas: Metallica, Black Sabbath, Rush, Death, Saxon, Savatage, Ozzy, Dio, Deep Purple, Van Halen, Iron Maiden, Pantera, Grave Digger, Mr. Big.

Baixistas preferidos: Cliff Burton, Geddy Lee, Geezer Butler, Billy Sheehan, Nibbs Carter, Steve DiGiorgio, Steve Harris, Cris Squier, David Ellefson

Nascido em Irati, interior do estado do Paraná, Claiton teve o primeiro contato com o Metal em 1989, aos 7 anos de idade. Seu irmão Genilton estremecia sua casa com um rádio toca fitas, instalado numa velha caixa de madeira, com dois auto falantes de carros, fazendo com que obrigatoriamente todos que estivessem próximo a casa ouvissem Metal. Aos dez anos de idade, Claiton já estava familiarizado com sons de bandas como Black Sabbath, Metallica, Iron Maiden, Sepultura, Led Zeppellin e AC/DC o que levara a sonhar, em um dia tocar guitarra ou baixo em alguma banda do estilo. A escolha por tocar baixo veio mais tarde, quando pode constatar visivelmente, através de vídeos, as tijoladas do lendário baixista do Metallica, Cliff Burton, tocando de forma brutal e agressiva. A opção pelo instrumento já estava determinada, bastava conseguir um baixo. Problemas financeiros ocasionaram um atraso de alguns anos, na aquisição do instrumento, que só pode ser concretizado em maio de 1999. Ária Pro II, SB-2 advanced series, vermelho, de 4 cordas, foi o primeiro baixo adquirido com muito esforço, fazendo com que as dificuldades de aprender tocar o instrumento fosse superada, em partes, pela determinação e valor dado ao bem.

Em meados dos anos 90, Langner, fazia amizade com  Flavio e Julio, irmãos de Marco Bührer, isso fez com que Claiton começasse a freqüentar a casa da família Bührer, onde era possível apreciar os ensaios da extinta banda de Marco, o Mausoléu. No ano de 1996, Claiton pode conferir os primeiros ensaios do Beltane, fato que levava, cada vez mais, Langner a se tornar fã da banda. Presente na primeira apresentação da banda e também no primeiro evento de peso que o Beltane participou, Aleluia Rock Festival, em abril de 97, Claiton admirava e se imaginava no lugar de Marco, que ainda naquela época tocava baixo e cantava. Sua entrada no Beltane, se deu por intermédio do ex-guitarrista da banda, Arthur Pöttker, que indicou o baixista a Marco, que por sua vez ficou surpreso em saber que Langner estava tocando baixo. Em julho de 2001 o Beltane convidou Claiton para fazer um teste, já que a banda estava desfalcada de baixista e nessa época Marco se dedicava apenas aos vocais. O ensaio foi realizado e Langner foi convidado a tocar em alguns shows com a banda, mas ainda não era membro efetivo do grupo. Após um período de análise o baixista se integrou definitivamente ao conjunto, o qual permanece até os dias de hoje.

Claiton participou de alguns projetos musicais em sua cidade natal, dentre eles Mind Warriors, cuja banda tocava covers de grandes nomes do Heavy Metal mundial e o Seven, banda de Pop Rock.

Langner orgulha-se de fazer parte do Beltane, pois de fã passou a ser integrante, mostrando que é possível, quando uma pessoa é determinada, buscar a consagração de seus sonhos. Claiton Langner acredita que sua permanência no grupo traz força e determinação ao grupo em sempre estar unido, fazendo boa música e excelentes apresentações.